quarta-feira, 15 de outubro de 2014

11 ALIMENTOS QUE AJUDAM A EMAGRECER E CORRER MELHOR

Publicado por: eduardo goldberg

É preciso focar em alimentos com bom valor nutricional, de preferência fáceis de encontrar e com preços camaradas.



São Paulo - Você decidiu dar uma turbinada na dieta para ganhar saúde e até perder uns quilinhos.
Então, não basta pensar em calorias, é preciso focar em alimentos com bom valor nutricional e, de preferência, fáceis de encontrar e com preços camaradas.
Estamos falando de itens do dia a dia, como a lentilha, que pode agilizar a queima de calorias. E os ovos, que seguram a fome até a hora do almoço.
Confira a seguir 11 alimentos poderosos que aceleram as pernas, o metabolismo e a queima de gordura ou nos mantêm saciados por mais tempo.
Acelere o metabolismo
Feijões: Carregados de proteínas e fibras que ajudam a controlar a fome, os feijões também contêm outro superpoder no tocante à perda de peso: o amido resistente. Alimentos ricos nesse nutriente (um tipo de carboidrato que passa pelo intestino sem ser digerido) podem forçar o corpo a usar energia extra para tentar decompô-los.
Dica: Amasse feijão com alho e um pouco de azeite e prepare um molhinho saudável para acompanhar legumes.
Pimentas: As pimentas picantes emprestam seu ardor da capsaicina. Em 2010, pesquisadores da Universidade da Califórnia (EUA) deram aos participantes de um estudo uma cápsula contendo um parente da capsaicina (o DCT), enquanto outros ganharam um placebo. O grupo do DCT queimou mais calorias após a refeição. Pimentas ainda podem aplacar a vontade de continuar comendo.
Dica: Salpique pimenta-de-caiena ou chile em pó em ensopados. Adicione pimentas jalapeño em marinadas e molhos.
Lentilhas: Essas minúsculas leguminosas são uma usina metabólica. Assim como os feijões, contêm amido resistente. As lentilhas são ricas em ferro e a deficiência nesse mineral reduz a eficiência do organismo em transformar calorias em combustível.
Dica: Acrescente lentilhas a saladas. Faça da sopa de lentilha uma escolha frequente no almoço.
Turbine a queima de gordura
Carne orgânica: A carne de gado alimentado com capim tem melhor proporção de ácidos graxos ômega 3 (que é anti-inflamatório) para ômega 6 (que pode ser inflamatório). A carne de gado criado solto contém ainda alto índice de ácido linoleico conjugado (ou ALC), usado pelo organismo para fabricar músculos, que funcionam como uma máquina de queima de gordura.
Dica: Reduza o consumo total de carne e gaste um pouco mais no gado alimentado com capim quando for comer carne vermelha.
Chá verde: O chá deve sua capacidade de aumentar a queima de gordura ao EGCG, fitoquímico que promove a oxidação da gordura. O efeito tem sido repetidamente demonstrado ao longo dos anos. Em estudo publicado em 2013 no American Journal of Clinical Nutrition, os participantes que tomaram chá (não apenas chá-verde, mas também os chás preto e branco) queimaram mais calorias e gorduras diariamente.
Dica: Troque o segundo cafezinho do dia por uma xícara de chá-verde. Coloque chá-verde gelado sem açúcar em vitaminas ou misture-o com sua bebida esportiva.
Vinho tinto: A casca das uvas do vinho tinto contém resveratrol, polifenol associado a diversos benefícios, como risco reduzido de doença cardíaca. O resveratrol também ajuda a diminuir a produção de hormônios do estresse, que fazem o organismo armazenar gordura.
Dica: Peça aquela taça de Cabernet sem peso na consciência, porém mantenha um consumo diário razoável: apenas uma taça por dia para as mulheres ou duas no caso dos homens.
Sementes e óleo de gergelim: O composto sesamina (do óleo de gergelim) tem efeito potencial de queima de gordura, possivelmente por aumentar a produção de cetonas, que ajudam o corpo a manter os músculos. Os lignanos das sementes ajudam o fígado a produzir enzimas essenciais ao metabolismo da gordura.
Dica: Use óleo de gergelim em molhos de salada e acrescente um fio do óleo ao finalizar seus pratos. Cubra o frango ou o peixe com sementes de gergelim antes de cozinhar.
Fique satisfeito por mais tempo
Abacates: São uma rica fonte de gordura monoinsaturada, que faz bem para o coração e ajuda a saciar a Fome. Como qualquer gordura consumida em uma refeição, os abacates são os últimos na fila da digestão, ou seja, ficam mais tempo no organismo: em um estudo recente da Loma Linda University, na Califórnia (EUA), pessoas com excesso de peso que comeram meio abacate no almoço reportaram uma queda significante na fome à tarde.
Dica: Fatie meio abacate para turbinar a salada do almoço ou coloque no sanduíche no lugar da maionese, que é menos saudável.
Ovos: Contêm todos os aminoácidos essenciais, o que faz deles uma proteína completa. São uma opção que prolonga a sensação de saciedade, pois a proteína evita picos seguidos de quedas nos níveis de açúcar no sangue. De fato, estudos demonstram que comer ovos na refeição matinal pode ajudar a perder mais peso do que o mesmo número de calorias provenientes de carboidratos.
Dica: Cozinhe uma dúzia de ovos para ter uma opção rápida de manhã durante a semana; é só descascar.
Batatas: No fim das contas, não devemos descartar esses tubérculos como carboidratos pobres em nutrientes, como o pão e o arroz brancos. Repletas de amido resistente (sem contar a vitamina C e o potássio), as batatas têm poder de saciar, adiando as pontadas de fome duas ou três vezes mais do que outros amidos.
Dica: Coloque a batata assada de volta no seu jantar. Recheie com um fio de óleo de coco ou salpique com um pouco de queijo parmesão em lascas, em vez de enchê-las de requeijão, manteiga e bacon
Sopa: Sabe-se que tomar uma tigela de sopa diminui a ingestão calórica subsequente. E a saciedade também está ligada ao calor: líquidos quentes têm maior efeito psicológico sobre a satisfação que os frios.
Dica: Se for tomar uma sopa de entrada ao comer fora, procure pelos caldos no cardápio, pois costumam ser menos calóricos que os cremes.11 ALIMENTOS QUE AJUDAM A EMAGRECER E CORRER MELHOR

Nenhum comentário:

Postar um comentário