segunda-feira, 5 de maio de 2008

DICAS - Coisas boas também estressam

Publicado por: eduardo goldberg



Quando se fala em estresse, as pessoas logo o associam a coisas ruins, como excesso de trabalho, problemas ou barulho. Mas a verdade é que coisas que são boas também estressam. Viagens, promoções ou até mesmo férias podem ser estressantes.

Isso ocorre quando não conseguimos planejar ou administrar bem as coisas. "O estresse é uma defesa do organismo para condições do ambiente", explica a doutora Marlise A. Bassani, professora associada da Faculdade de Psicologia e Pós-graduação em Psicologia Clínica da PUC-SP. Segundo a dra, o estresse "é prejudicial quando a gente não consegue lidar com as coisas que acontecem".

Um exemplo desse tipo de estresse pode ser uma promoção do trabalho. A pessoa começa a ficar tão ansiosa pela promoção, que isso pode acabar estressando. Se a promoção demora para chegar, ou se ela chega mas traz mais responsabilidades que o esperado, pode ser prejudicial.

Outro exemplo são as viagens. "É muito comum as pessoas se estressarem por causa de viagens" comenta Bassani. Segundo a doutora, alguém pode estar tão ansioso por uma viagem que acaba não se preparando e, quando finalmente chega o momento de viajar, ele não consegue curtir, de tão nervoso. "Outro caso é quando se quer aproveitar ao máximo o passeio", diz Bassani, "Fica-se tão ocupado tentando ver o máximo de coisas e não perder nada, que acaba-se não comendo, não se alimentando direito" completa.

A estudante Clarissa Cares, 20, teve uma experiência assim. "Meu namorado me chamou para ir para a Europa, numas férias, mas teríamos que organizar tudo em um mês" diz a estudante. "Eu fiquei louca! Tinha que ver passagem, estadia, arrumar o dinheiro tudo em cima da hora!" comenta Cares. "Chegando lá, também fiquei estressada. Queria ver o máximo de cidades em pouco tempo, e tinha dias que eu acabava me preocupando mais com o horário dos transportes do que aproveitar o passeio" lembrou a estudante.

Um casamento, que é uma ocasião especial, pode acabar se transformando num transtorno para o casal. Desejando fazer uma grande cerimônia os noivos podem se desgastar na organização. Algumas vezes, é mais aconselhável fazer uma coisa mais simples, e aproveitar o casamento.

Qualquer alteração da rotina pode estressar alguém, se não souber lidar com a situação. A recomendação é planejar e se organizar. Para as coisas boas também.

Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir